EVANGELHO NO LAR





COMO FAZER

Escolha, na semana, um dia e horário em que a família possa se reunir durante mais ou menos 30 minutos.
Crianças também podem fazer parte da reunião. Pode ocorrer a presença de visitantes ocasionais e, neste caso, podem ser convidados a participar; caso não sejam espíritas, devem ser esclarecidos sobre a finalidade da reunião. Há inclusive a possibilidade da reunião ser realizada por uma só pessoa.



ROTEIRO

1. Início da reunião - prece simpes e espontânea.

2. Leitura de "O Evangelho segundo o Espiritismo" - começar desde o prefácio, lendo um item ou dois sempre em sequência.

3. Comentários sobre o texto lido - devem ser breves e contando com a participação dos presentes, evidenciando o ensino moral aplicado às situações do dia a dia.

4. Vibrações - pela fraternidade, paz e equilíbrio de toda a Humanidade, por todos os governantes e por aqueles que têm sob a sua responsabilidade crianças, jovens, adultos e idosos; pela implantação e vivência do Evangelho em todos os lares; pelo próprio lar dos participantes, mentalizando paz, harmonia e saúde para o corpo e para o Espírito.

5. Pedidos - Pode-se pedir pelos parentes, amigos, por pessoas que não participem do círculo de amizades e por toda a Humanidade.

6. Prece de encerramento - simples, sincera e espontâniea, agradecendo a Deus, a Jesus e aos bons espíritos.

OBS.: A prática do Evangelho no Lar NÃO DEVE ser transformada em reunião mediúnica. Toda intuição e inspiração, que possam ocorrer, devem ficar no campo dos comentários gerais, no momento oportuno.




FINALIDADE E IMPORTÂNCIA

1. Estudar o Evangelho de Jesus possibilita compreender os ensinamentos cristãos, cuja prática nos conduz ao aprimoramento moral.

2. Criar em todos os lares o hábito de se reunir em família, para despertar e acentuar nos familiares o sentimento de fraternidade.

3. Pelo momento de paz que o Evangelho proporciona ao Lar, pela união das crianças, propiciando uma vivência tranquila e equilibrada.

4. Higienizar o Lar por pensamentos e sentimentos, ele vai favorecer a influência dos Mensageiros do Bem.

5. Facilitar no Lar e fora dele o amparo necessário diante das dificuldades materiais e espirituais, mantendo operantes os princípios da vigilância e da oração.

6. Elevar o padrão vibratório dos componentes do Lar e contribuir com o plano espiritual na obtenção de um mundo melhor.

7. Tornar o Evangelho conhecido, compreendido, sentido e exemplificado em todos os ambientes.








Comments