FLAMMARION



(foto: Google Maps)




Trabalhos: 
SEGUNDAS = 19h00 (palestra) 

TERÇAS 
 = 20h00 (palestra)

QUARTAS = 20h00 (palestra)

QUINTAS = 15h00 (palestra)
                     19h00 (Cromoterapia)
                      19h30 (curso )

SEXTAS = 19h00 (Atendimento Fraterno)
                     20h00 (palestra)  

SÁBADOS = 9h00 (Ed. Infanto juvenil)
                      16h00 (Grupo de Jovens e Estudo) 





História:
Reunidos na residência do Sr. Antônio Rosa e Silva, sita à R. Padre Luiz, 25, Sorocaba, vários confrades acolheram calorosamente a ideia do anfitrião, de fundar um novo Centro Espírita que, por sugestão do irmão Gustavo Scherepel, levaria o nome de “Centro Espírita Flammarion”. O irmão Francisco Rosa foi encarregado de elaborar os estatutos. Era o dia 16 de janeiro de 1.927. No dia 27 de abril do mesmo ano realizou-se, no mesmo endereço, reunião para escolha e posse da Primeira Diretoria, e para aprovação e assinatura dos Estatutos que regeriam este Centro. A Diretoria aclamada e empossada ficou assim constituída:

Presidente: Francisco Ribeiro Rosas
Vice-Presidente: Antonio Rosa e Silva
1º Secretário: Américo Chebel
2º Secretário: Pericles G. de Taso
Tesoureiro: Abílio Hingst
No Diário Oficial de 15 de maio de 1.927 saiu a publicação dos Termos de Fundação e Estatutos do Centro, datada de 10 de maio de 1.927, cujo teor inicial é o seguinte:

“Funda-se nesta cidade de Sorocaba, Estado de São Paulo, à Rua Ubaldino do Amaral, nº 1, uma Sociedade Cristã a fim de propagar e praticar os princípios básicos da Ciência Espírita. Trabalhar pelo melhoramento material e pelo aperfeiçoamento intelectual da Humanidade.”

O Registro em Cartório deu-se em 16 de maio de 1.927.

A Federação Espírita Brasileira, na épica presidida pelo Sr. Luiz Olympio Guillon Ribeiro, em sua reunião realizada em 28 de março de 1.936, aceitou a inclusão no quadro das Associações Espíritas, sob nº 196 e a associação “Centro Espírita Flammarion” como sendo fundada em 16 de maio de 1.927.

A transferência para a atual Sede Própria, sita à Rua Manoel Leite Magalhães, 54, deu-se em 1.953, sendo então um simples salãozinho no fundo do terreno.

A partir de 1.979, o “Grupo de Trabalho Casa do Caminho” passou a se reunir às quartas-feiras neste recinto. No dia 10 de junho de 1.979, o então presidente Sr. Carlos Antunes Lemos apresentou, para discussão, a proposta de fusão do “Grupo de Trabalho Casa do Caminho” – presidido na época pelo Sr. Luiz Severino Filho – com o “Centro Espírita Flammarion”. A fusão foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária datada de 12 de agosta de 1.979.

Em 13 de janeiro de 1.980 foi realizada Assembleia Geral em que foi apresentado o novo Estatuto – elaborado pelo Sr. Ruy Amparo – e que, aprovado, passou a reger o “Centro Espírita Flammarion Casa do Caminho”. Na mesma data foi aclamada e empossada a nova diretoria, tendo como Presidente o Sr. Carmínio Caramante que, repetidamente reeleito, vem dirigindo esta Casa Espírita até os dias atuais*.

A partir de 1.983 foram iniciadas as obras de reforma da Sede Social, feitas paulatinamente, na medida das possibilidades e dos recursos conseguidos, e concluídas neste ano de 1.991, tendo sempre à frente o empenho e dedicação do Sr. Carmínio Caramante.

Contamos ainda com: Departamento Assistencial (assistência a famílias carentes, doação de enxovaizinhos para recém-nascidos); Bazar, Biblioteca Circulante e venda de livros espíritas.




Comments