FRANCISCO GONCALVES



(foto: Google Maps)




Trabalhos: 
SEGUNDAS = 14h00 (Leitura do Evangelho / Bazar) / 19h30 (Atend. Fraterno) / 20h (Palestra / Educ. Infantil / Fluidoterapia)
TERÇAS = 20h00 (ESDE /  Estudo do Livro “Libertação” / Estudo de “O Livro dos Médiuns”)
QUARTAS = 20h00 (Estudo do livro “O Evangelho segundo o Espiritismo”)
QUINTAS = 20h00 (ESDE / Trabalho Mediúnico - fechado)
SEXTAS = 20h00 (Trabalho Mediúnico - fechado)   
SÁBADOS = 08h00 (Mocidade – grupo fechado) / 10h00 (Mocidade – grupo aberto)
DOMINGOS = 10h00 (Palestra / Fluidoterapia)



História:
O Centro foi fundado em 1º de Junho de 1950 por um grupo de militantes do Espiritismo, que faziam reuniões mediúnicas em suas casas. Um deles, o senhor Francisco Gonçalves, argentino que veio para o Brasil com 28 anos de idade para trabalhar na lavoura , havia desencarnado em 1948, e foi homenageado com o nome dessa Casa Espírita. Francisco Gonçalves também ajudou a fundar o Centro Espírita Batuíra, no bairro Árvore Grande.
As primeiras reuniões eram feitas na Rua Assis Machado, 579, na Vila Hortência. Francisco Prado foi eleito o primeiro presidente. 
Depois desse Endereço, a Casa mudou-se para a Rua Madri, somente após isto vindo a ocupar o endereço atual.
Os associados da época se quotizaram, para a aquisição da casa do Sr. Miguel Giron, instituindo entre eles, o "Livro de Ouro", onde ficavam registradas as contribuições para o pagamento das parcelas da referida casa.




Comments